Em um ano cheio de momentos “me belisque”, no meio de 2019, Florence Pugh ainda não tinha processado sua ascenção meteórica.

“Eu acho que o que é mais engraçado é que quando você está naquilo, você está constantemente ansioso para a próxima coisa,” ela disse em uma entrevista para o Sun. “Você raramente para e dá uma olhada a sua volta para ver quem te levou até ali e como você chegou onde você está.”

Aos 24 anos, Florence foi indicada para o seu primeiro Oscar por seu trabalho coadjuvante como Amy March em ‘Adoráveis Mulheres’, de Greta Gerwig.

Há apenas três anos, Florence ainda não tinha aparecido em um filme de Hollywood, mas com três performances reveladoras em 2019 – incluindo ‘Adoráveis Mulheres’, o hit de terror ‘Midsommar’ e ‘Fighting With My Family’, que foi levemente baseado na história da estrela do WWE Paige – Florence foi praticamente do completo anonimato para um dos novos rostos mais promissores de Hollywood.

Em março, ela vai se unir ao Mundo Cinemática da Marvel como Yelena em ‘Viúva Negra’, ao lado de Scarlett Johansson, Rachel Weisz e David Harbour.

Ao ser perguntada sobre o enredo do filme em junho do ano passado, Florence foi esperta o suficiente para responder “Na verdade eu não sei o que eu devo dizer, então eu vou dizer: sem comentários.”

Mas a variedade de papéis que ela está disposta a aceitar demonstra que a atriz britânica quer ultrapassar barreiras e pisar em áreas que são estrangeiras para ela.

Ela admitiu não ser fã de terror, mas disse que o filme de Ari Aster, ‘Midsommar’, foi um conto que ela não pôde recusar. “Tem uma paleta de cores completamente diferente e um ritmo completamente diferente,” ela disse. “Não é visualmente estimulante e brinca completamente com todos os seus sentidos.”

A diversidade dela de gêneros deu à Florence uma qualidade parecida com a de um camaleão, que é algo que ela ama. “Quando você está emocionalmente investida em uma história, é realmente excitante assistir,” ela disse. “E certamente atuar em um desses filmes é excitante.”

Florence revelou que o desejo de atuar surgiu em uma idade jovem. A mãe dela é professora de dança e todos os irmãos dela trabalham na esfera criativa como atores e músicos (seu irmão mais velho, Toby Sebastian, interpretou Trystane Martell em ‘Game Of Thrones’). Então parecia que Florence foi destinada para o sucesso.

Quando jovem, ela também postava vídeos de si mesma cantando músicas de Damien Rice, Tracy Chapman, Oasis e Jack Johnson no Youtube sob o codinome de Flossie Rose. Nos vídeos, os quais ela atualizou a última vez há três anos, Florence é emotiva, dando pistas do seu futuro estrelato. Florence recebeu sua primeira aclamação por sua atuação em ‘The Falling’ em 2014. Isto levou a mais aclamações críticas por seu trabalho em ‘Lady Macbeth’, o qual estreou no Toronto International Film Festival em 2016. Ela seguiu com papéis pequenos ao lado de Liam Neeson em ‘The Commuter’, Chris Pine em ‘O Legítimo Rei’ e Alexander Skõrsgard em ‘The Little Drummer Girl’ em 2018.

Quando ela conversou com o Sun, nós a perguntamos qual versão mais nova de si mesma pensaria onde ela iria terminar. “Na verdade eu não sei qual Florence de quatro anos atrás pensaria,” ela disse.

Com ‘Viúva Negra’ – situado imediatamente após o filme de 2016 Capitão América: Guerra Civil – no horizonte, algumas pessoas especulam que o personagem de Florence, Yelena Belova, vai ter um papel maior na MCU. Porquanto, nos quadrinhos, Yelena se torna a segunda ‘Viúva Negra’.

Mas uma coisa é certa, Florence vai continuar se certificando que seu bom ano garanta que os blocos de construção da sua carreira que ela espera que seja cheio de escolhas desafiadoras.

“Meu pai me disse para lembrar de continuar cheirando rosas e ele me força a apreciar tudo até então,” ela disse. “Às vezes eu volto a lugares que eu tive grandes momentos e eu penso um pouco, me sento e dou a mim mesma um tempo para levar a mente para o passado. É bem legal fazer isso. É legal voltar e dizer a si mesma “Você está indo bem.”