Fonte: Movies Prism

‘Adoráveis Mulhers’ tem sido adaptamente praticamente a mesma quantidade de vezes quanto ‘Orgulho e Preconceito’, mas a mais recente adaptação de Greta Gerwig traz algo novo. Quando o filme começa, no dia 25 de dezembro, os espectadores verão cada uma das irmãs March por uma nova perspectiva, bem como a natureza da narrativa delas por si só. A família March – incluindo Saoirse Ronan, Eliza Scanlen, Florence Pugh e Laura Dern – conversou com a Movies Prims sobre as formas que o roteiro da Greta mudou a perspectiva delas do clássico de Louisa May Alcott.

Meninas, eu estou completamente apaixonada com ‘Adoráveis Mulheres’. Eu sou apaixonada desde criança, mas eu senti que a versão da Greta Gerwig realmente abriu novas portas e explorou pré conceitos que eu nunca tinha percebido antes. Então, há algo na versão dela que mudou a persepctiva de vocês sobre ‘Adoráveis Mulheres’?
Flo: Sim, com certeza. Mesmo já estando no livro, eu nunca tinha visto a Amy desta forma antes. Eu nunca a entendi desta forma antes. Foi dada à ela a oportunidade de, eu suponho, ser querida – o que não acontece.

Agora, se vocês precisarem fazer uma situação de dança das cadeiras, em que todo mundo interpreta um personagem diferente em ‘Adoráveis Mulheres’, quem você interpretaria? E você pode ser um homem também.
F: Eu quero ser o John Brooke! Eu simplesmente amo a forma que ele é um pouco como o Laurie. Ele é completamente apaixonada com aquela família também.

Laura, você pode interpretar qualquer pessoa. Mas quem você interpretaria mais perfeitamente?
Florence: Hannah.
Laura: Hannah! Eu amei ela. Mas eu acho que ninguém consegue interpretar a Hannah como a Jayne Houdyshell. Ela foi incrível.